2ª Etapa Copa Minas Gerais de Motocross

2ª Etapa Copa Minas Gerais de Motocross

SÁBADO
  O primeiro dia de provas da 2ª etapa da Copa Pro Tork Minas Gerais de Motocross foi marcado pela garra dos pilotos das categorias Intermediária, Nacional, MX4, MXF, 50cc e Júnior. Em todas as corridas houve disputas que motivaram os pilotos e levantaram o público nas arquibancadas.
  A prova que abriu o dia já mostrou que os pilotos estavam dispostos a “brigar” por melhores posições a cada volta. Apesar dos três primeiros colocados da Intermediária terem mantido os seus lugares durante toda a corrida, a tarefa não foi nada fácil. No final, o primeiro lugar ficou com o piloto Diogo Somenzar, seguido por Reginaldo Ribei e Rodrigo Marçal.
As mulheres entraram na pista logo em seguida e o ritmo foi o mesmo. O grito da torcida embalou a briga entre Mariana Balbi e Stefany Serrão, que garantiram o primeiro e segundo lugar respectivamente. A piloto mineira Larissa Dallo chegou a ficar em segundo durante as primeiras voltas, mas acabou a corrida em quinto lugar.
Já na categoria MX4 a disputa foi entre o quarto, quinto e sexto colocados. Os três pilotos estavam próximos durante todo o percurso e a definição das posições só se confirmou após a bandeirada final. Hudson Olegário, Yuri Moreira e Marcos Antônio cruzaram a linha de chegada exatamente nessa ordem. Na ponta, a diferença de tempo entre os atletas foi maior. William Guimarães que largou bem e manteve a vitória até o final, Walter Sérgio e Vagner Lachi ficaram em segundo e terceiro lugar.
Os pequenos da categoria 50 cc também fizeram bonito. A briga ficou entre os pilotos mineiros Bruno Ferreira e Gustavo Abrahão. Bruno fez o melhor tempo no treino classificatório, mas largou mal e terminou a prova atrás de Gustavo (segundo colocado no treino), que dominou a prova e venceu com folga.
Na categoria Nacional, uma das mais disputadas do dia, os pilotos Ismael Rojas, Gabriel Montagner e Arthur Gás protagonizaram um espetáculo a parte. Os três batalharam pelas primeiras posições curva a curva. Arthur, um dos favoritos da prova, foi surpreendido ao perceber que sua moto havia se partido ao meio e foi obrigado a abandonar a corrida. Nas últimas voltas, Ismael assumiu a ponta e cruzou a linha de chegada em primeiro, deixando Gabriel em segundo.
A prova que encerrou o dia manteve o mesmo clima das demais. Enzo Lopes, Gustavo Pessoa e Pepe Bueno mantiveram o público ligado até o final para ver quem ficaria com o lugar mais alto do pódio da categoria Júnior. Enzo liderou a prova durante as primeiras voltas, mas caiu e a moto apagou. Ainda assim, se recuperou e terminou a corrida em terceiro lugar. Com diferença de dois segundos, Gustavo passou em primeiro e Pepe ficou com a segunda colocação.
Amanhã quem entra na pista são as feras da MX1, MX2, MX3, 85cc, 65cc e Super Final. Os treinos livres e classificatórios estão programados para começarem às 8h e as corridas às 12h45.
Após todas as provas será realizado o sorteio de uma moto 0Km. Para participar é preciso levar 1Kg de alimento não perecível e trocar por um cupom na entrada do evento. As pessoas que não tiverem a oportunidade de comparecer à pista poderão conferir tudo em tempo real pelo site www.cassiosracing.com.br.
  O GP cidade de Ibirité tem o patrocínio da Pro Tork. Co-patrocínio X11, Scud, Ingá, Motul, Vitiss Cosméticos, Ampla Yamaha, Skull Racing, Edgers Racing e Arcata. Apoio Prefeitura de Ibirité, TV Globo Minas, 98fm, jornais O Tempo e Super Notícia. Supervisão da Federação de Motociclismo do Estado de Minas Gerais e organização do Moto Clube Cassios Racing.
 
RESULTADOS
50 CC
1º # 22 GUSTAVO ABRAHÃO
2º # 34 BRUNO FERREIRA
3º # 166 MARINO FERNANDES
4º # 55 GUSTAVO RODRIGUES
5 º # 800 JOSÉ ARANTES
 
INTERMEDIÁRIA
1º # 88 DIOGO MALHEIRO
2º # 411 REGINALDO RIBEIRO
3º # 128 RODRIGO MARÇAL
4 º # 585 THIAGO FARIAS
5º # 35 LEONARDO LIMA
 
JUNIOR
1º # 891 GUSTAVO PESSOA
2º # 7 PEPÊ BUENO
3º # 16 ENZO LOPES
4º # 945 LEONARDO DE SOUZA
5º # 61 FREDERICO SPAGNOL
 
MX4
1º # 21 WILLIAN GUIMARÃES
2º # 125 WALTER TARDIN
3º # 731 VAGNER LACHI
4º # 75 HUDSON OLEGÁRIO
5º # 17 YURI MOREIRA
 
MXF
1º # 81 MARIANA BALBI
2º # 29 STEFANY SERRÃO
3º # 222 MARCÉLY CAZZADI
4º # 2 LAYS CAZZADINI
5º # 22 LARISSA DALLÓ
 
NACIONAL
1º # 127 ISMAEL ROJAS
2º # 303 GABRIEL MONTAGNER
3º # 411 MAICON ROSA
4º # 629 BRUNO VINÍCIUS
5º # 35 LEONARDO LIMA

DOMINGO
  Ultrapassagens emocionantes, recuperação, duelos particulares e arquibancadas lotadas dão uma ideia de como foi o segundo dia de competição da 2ª etapa da Copa Pro Tork Minas Gerais de Motocross. No domingo (26), os pilotos das categorias Superfinal, MX1, MX2, MX3, 85 cc e 65 cc apostaram na habilidade e persistência para vencerem os concorrentes em disputas diretas pelas primeiras colocações. Aproximadamente, 15 mil pessoas acompanharam de perto os confrontos nos dois dias de competição que aconteceu na cidade de Ibirité.
O grande destaque do dia foi o piloto Jean Ramos que venceu as duas principais corridas da etapa, a Superfinal e a MX1. Com uma prova impecável na Superfinal, o piloto paranaense manteve a liderança durante toda a corrida e não deu chances para Jetro Salazar, que fez uma boa prova e acabou em segundo. Jorge Balbi defendeu a terceira colocação durante toda a bateria. Carlos Campano estava colado no mineiro, mas caiu e terminou a corrida em décimo.
Uma das provas mais aguardadas da etapa, a categoria MX1, misturou muitos pilotos estrangeiros aos brasileiros na briga pelo lugar mais alto do pódio. Os favoritos Carlos Campano e Paulo Alberto tiveram problemas na largada e foram se recuperando durante o percurso. Campano terminou a prova em sétimo e Paulo em quarto. Jorge Balbi manteve a segunda colocação durante quase toda a prova. Quando o mineiro encostou no líder, Jean Ramos, já na etapa final, Balbi caiu, porém conseguiu garantir a segunda colocação. Jean defendeu a primeira posição até o final, e o terceiro lugar ficou com o equatoriano Jetro Salazar.
A bateria da MX2 foi de recuperação para alguns pilotos, que correram contra o tempo para chegar ao pódio. Enzo Lopes e Rodrigo Lama caíram logo na largada e foram se recuperando ao longo da prova. Na briga entre os dois, quem levou a melhor foi o Enzo Lopes, que ficou com o quinto lugar. Hector Assunção liderou a corrida com folga e cruzou a linha de chegada em primeiro, seguido por Dudu Lima, e Gustavo Pessoa. O quarto lugar ficou com Caio Lopes.
Como em algumas etapas de 2014, Mariana Balbi deixou os homens para trás e venceu a corrida da MX3, ela foi à única mulher que correu na bateria. No treino classificatório, a piloto ficou em sétimo lugar, mas aproveitou os tropeços dos adversários para assumir a ponta e vencer a prova. Um dos favoritos, Paulo Stedile, largou bem, mas caiu e perdeu posições, terminando em terceiro. A segunda posição ficou com Wolney Ferreira.
Entre os pilotos da 65 cc (de 7 a 12 anos) a briga foi entre o paulista Rafael Ribeiro e o goiano Marcelo Leodorico, que alternaram durante toda corrida entre o primeiro e o segundo lugar. A vitória foi de Rafael e a terceira posição ficou com Diogo Moreira, um dos favoritos da prova e revelação da categoria.
Dentre os destaques da bateria da 85cc estava Joaquim Neto, piloto da região que fez a melhor volta, mas caiu e não completou o circuito. Um dos favoritos da corrida, Renato Paz, sofreu uma queda no gate de largada e ficou em terceiro. O resultado da prova premiou o piloto mais regular, Renan Goto, que venceu e deixou Leonardo Zequinão com a segunda colocação.
O GP cidade de Ibirité tem o patrocínio da Pro Tork. Co-patrocínio X11, Scud, Ingá, Motul, Vitiss Cosméticos, Ampla Yamaha, Skull Racing, Edgers Racing e Arcata. Apoio Prefeitura de Ibirité, TV Globo Minas, 98fm, jornais O Tempo e Super Notícia. Supervisão da Federação de Motociclismo do Estado de Minas Gerais e organização do Moto Clube Cassios Racing.
MX2
1º #30 – Hector Assunção
2º #2 – Dudu Lima
3º #891 – Gustavo Pessoa
4º #134 – Caio Lopes
5º #16 – Enzo Lopes
 
65cc
1º #99 – Rafael Ribeiro
2º #44 – Marcello Leodorico
3º #2 – Diogo Moreira
4º #77 – Carlos Eduardo
5º #38 – Rodolfo Bicalho
 
MX1
1º #10 – Jean Ramos
2º #3 – Balbi Junior
3º #920 – Jetro Salazar
4º #211 – Paulo Alberto
5º #407 – Adam Chatfield
 
85cc
1º #55 – Renan Goto
2º #125 – Leonardo Zequinão
3º #101 – Renato Paz
4º #111 – Iuri Beltrão
5º #34 – Davi Martins
 
MX3
1º # 81 Mariana Balbi
2º # 103 Wolney Ferreira
3º # 788 Paulo Stedile
4º # 25 Walter Sérgio
5º # Vagner Lachi
 
Superfinal
1º #10 Jean Ramos
2º #920 Jetro Salazar
3º #3 Balbi Júnior
4º #30 Hector Assunção
5º #891 Gustavo Pessoa